Início Facebook Site E-mail

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

PINCEL PARA BASE




Este pincel para a cobertura da pele (ref. 104 Straight)  é uma novidade no mercado e nas maletas dos maquiadores! Comprei um e depois não resisti, comprei mais um....

Ele faz parte da nova coleção lançada no dia 4 de fevereiro, pela renomada MUA Dany Sanz, fundadora da Make Up Forever.

A nova coleção conta com 76 pincéis, sim, você leu bem, 76 pincéis totalmente sintéticos, cruelty free (veganos)!!!



Os novos pincéis da marca são extremamente delicados, ergonômicos e leves. Todos foram feitos manualmente duante 25 etapas distintas e por cerca de 30 pessoas . Eles possuem 2 tipos de fibras diferentes. Os pincéis que possuem fibras retas proporcionam uma aplicação precisa e com maior intensidade. Já aqueles que foram feitos com fibras onduladas proporcionam um efeito mais natural e sutil.

O detalhe final fica por conta do cabo chanfrado que possibilita ao maquiador a praticidade de usá-lo como espátula (para retirar produtos cremosos ou aplicar cílios postiços).






sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

KIKO MILANO



A KIKO é uma marca italiana de cosméticos que oferece uma incrível variedade de produtos de maquiagem, produtos de tratamento e higiene pessoal para o rosto e o corpo . Suas boutiques são extremamente atrativas visualmente e seus produtos de diversas cores, texturas e perfumes possuem  formatos e embalagens lindos e luxuosos que conquistam já apenas através do olhar pessoas de todas as idades e de todas as classes sociais. Outro ponto forte é o preço baixo dos produtos.



Sem propagandas nem comunicados na imprensa, em tres anos a marca abriu uma centena de boutiques na França, em shoppings e em avenidas importantes das grandes cidades européias. 

 Eu que sou mineira e maquiadora profissional há muitos anos, desconfio quando o produto é muito barato, por isso mesmo só experimentei na mão mas não comprei as sombras ou bases da marca. Experimentei um iluminador e também não me chamou a atenção. 

Os pós livres, compactos e outros produtos eu nem experimentei... As sombras em pó me pareceram extremamente brilhantes e não estáveis. Os pigmentos eu achei muito grossos, com uma textura de maisena. Comprei 3, no ano passado, e ainda nem experimentei. Neste ano comprei 3 sombras que vêm em forma de lápis, ainda não experimentei, assim que o fizer, venho postar.  Por outro lado, caí de boca nos esmaltes que possuem cores lindas e diferentes e também comprei alguns delineadores e batons de longa duração.



Dentre os delineadores que comprei, tenho que citar o azul BIC que é o mais lindo e durável que já ví. Ganha em beleza e resistência dos mesmos produtos de outras marcas famosas e caras... Recomendo muito! Mas só o azul bic, porque os outros, coloridos, não têm a mesma durabilidade nem intensidade de cor.

Recomendo também os delineadores com glitter furta cor e o prateado. Ambos têm longa duração e ficam bacanas para produções artísticas ou mesmo para festas de fim de ano...

 Os batons de longa duração não duram tanto quanto os retrôs da MAC mas são baratinhos, então podem funcionar para quem deseja e precisa montar uma maleta de maquiagem mais em conta e com batons importados de várias tonalidades. 




Os batons líquidos long lasting (double touch) são de melhor qualidade, aconselho mais do que os que vêm em bastão, ainda assim, ambos ressecam um pouco os lábios...








domingo, 30 de novembro de 2014

MAQUIAGEM COM SILICONE



Os silicones são substâncias muito usadas para a fabricação dos cosméticos, sejam estes cremes, shampoos, produtos capilares ou maquiagens (primers, bases, sombras, batons)....Possuem denominações diversas, com terminações como –cona ou –siloxano, por exemplo: dimeticona, simetrica, ciclometicona, ciclopentasiloxano.... (isto varia de acordo com o número de átomos e a disposição 3D das moléculas, etc...)




 Há 10 anos atrás ouvi falar que excelentes bases e primers deveriam quase que obrigatóriamente conter silicone. Os fabricantes estrangeiros vendiam assim a mercadoria deles. Fiquei com esta antiga impressão durante muitos anos e sempre preferi adquirir bases com silicones por isto  qual não foi minha surpresa, nesta última viagem à Europa, em que tive a oportunidade de passar vários dias com diversos maquiadores profissionais experientes e pude observar que eles preferem produtos que não tenham silicone. 

Os maquiadores que maquiam com airbrush também tendem a escolher as bases (foundations) elaboradas com álcool ou água, e a evitar as que possuem silicones, sobretudo se a cliente tem a pele oleosa. Provei diversas destas bases e  pude comparar os resultados: realmente a sensação das bases à base de álcool, ceras ou água é bem mais agradável do que as anteriores.

Para quem não sabe, os silicones possuem a propriedade de fornecer suavidade e favorizar a boa distribuição do produtos, por deslizarem bem, mas, por outro lado, provocam a sensação de que a pele está um pouco oleosa ou ‘melando’ (o que porém é anulado quando aplicamos o pó para fixar a base em questão).




VANTAGENS: Em princípio os silicones não representam perigos para a pele e os cabelos, ainda que seu uso seja proibido na cosmetologia orgânica. A vantagem do silicone seria apenas de ordem sensorial (Mas muitas pessoas não gostam da sensação proporcionada pelo silicone... que é o efeito artificial de superfície lisa e plastificada)

Para os cabelos, os silicones teriam a propriedade de compensar  o efeito de ressecamento dos  tenso- ativos, ao cobrirem o cabelo como uma luva protetora lhes conferindo suavidade e um efeito desembaraçante ao mesmo tempo que agiriam como termo protetores.

Cabelo sadio, Cabelo estragado, Cabelo com silicone, e Cabelo depois do silicone....


INCONVENIENTES:
Os silicones provocariam um efeito semi-oclusivo  pois teriam tendência a ‘entupir’ o couro cabeludo e  a pele, causando e piorando a acne e a caspa. O pior de tudo é que o organismo humano ‘viciaria’ e se tornaria dependente deste tipo de produto (exigindo cada vez maior quantidade para que os resultados de suavidade e de proteção contra as agressões do meio ambiente sejam obtidos).

Outro grande problema seria a  facilidade de se acumular o silicone na pele , por ele ser resistente à água.  Por esta razão é estritamente necessário retirar a maquiagem com produtos de qualidade além de limpar profundamente a pele todas as noites.

Quanto aos cabelos, o acúmulo de silicone causaria a perda de volume e cabelos mais oleosos.

Propaganda contra o uso de silicone nos produtos cosméticos, e pelo uso de produtos naturais


O SILICONE SERIA PERIGOSO PARA O MEIO AMBIENTE?
Se não há perigo explícito para a aplicação na pele, por outro lado não podemos afirmar o mesmo com relação ao meio ambiente.

As moléculas de silicone, quimicamente inertes são muito estáveis e por isso não são bio degradáveis e extremamente poluidoras. Seria necessário esperarmos de 400 a 500 anos para que estas moléculas se dissolvam, o que provoca um grande risco de poluição e diversos tipos de problemas ambientais.

Na França, a legislação assegura que os produtos de maquiagem e cosméticos orgânicos não podem conter silicone nem colorante ou parabenos.

Por causa de todos estes aspectos, vou minimizar o uso de produtos que contenham silicones e priorizar produtos que não tenham este ingrediente.

Redigido levando em conta meus diálogos com diversos maquiadores, esteticistas, químicos e diversas leituras  de  sites , dentre os quais:

http://www.kelbio.com/content/view/53/9/

http://www.pinksith.com/2013/05/silicones-in-hair-care-what-you-need-to.html

http://chezdaine.canalblog.com/archives/2014/07/11/30218436.html

http://www.monicavanroijen.nl/pt/?page_id=49

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Museu de Salvador Dalí



Para as pessoas que adoram arte ( e também as makes artísticas) estou escrevendo este post sobre uma parte de minha última viagem à Espanha!




 Nesta etapa da viagem, realizei um grande sonho de infancia e visitei o Museu de um de meus artistas favoritos: Salvador Dalí. Durante muitos anos Dalí foi, para mim, o sinônimo de ARTISTA em todos os sentidos do termo.







 Definitivamente um gênio criativo com uma personalidade irreverente e provocativa que não necessita ser apresentado para quem gosta de arte e história.




O Teatro onde está instalado o Museu é considerado o maior objeto surrealista que existe no mundo e a maior obra de Salvador Dalí. 





O museu está instalado em um prédio que data do XIX século e surgiu das ruinas do antigo teatro municipal que tinha sido destruído durante a guerra civil. 






A coleção exposta neste teatro-museu nos permite observar toda trajetória artística de Dalí  (1904-1989) através do grande leque de obras que estão expostas. 


 Visitar este local proporciona uma verdadeira experiencia de imersão em um mundo fascinante e único!

O museu está localizado na cidade natal de Dalí: Figueres e possui diferentes coleções que são administradas pela Fundação Gala-Salvador Dali, dentre as quais estão as 1500 obras de arte que estão expostas no museu: pinturas, desenhos, esculturas, gravuras, hologramas, fotografias...
Figueres, a cidade onde nasceu Dalí é uma cidadezinha pacata, localizada na Costa Brava 

Existem tres espaços diferenciados no museu:
1. O Museu-teatro, que possui um conjunto de salas que constitui um objeto artístico único onde cada elemento é uma parte inseparável do todo.
2. Salas de exposição de jóias, inauguradas em 2001, com obras da antiga coleção Owen Cheatham e também com jóias criadas posteriormente, de acordo com desenhos que foram deixados pelo pintor.
3. As demais salas que foram construídas depois onde estão expostas obras que pertenciam a Dali e novas aquisições da fundação.
Pedaço do museu onde estão expostas as jóias
CORAÇÃO REAL - a jóia que eu prefiro entre todas!


GOSTEI, AMEI E RECOMENDO MUITO PARA QUEM GOSTA DE COISAS DIFERENTES E DESEJA SE INSPIRAR PARA PRODUZIR MAKES ARTÍSTICAS!







quinta-feira, 25 de setembro de 2014

DERMABLEND VICHY



Tem muita gente me perguntando, então estou escrevendo um post sobre minha base de uso diário, que  é a Dermablend da Vichy Sand35...

 Na verdade eu altero duas bases em minha vida: quando eu desejo uma cobertura mais fina e aveludada, uso a Velvet da Make Up Forever, porém quando desejo uma pele com zero defeitos, eu uso a Dermablend, porque ela realmente me fornece uma cobertura extrema ao mesmo tempo que apaga todos os ‘defeitos’ da minha pele e isso instantaneamente e sem fechar os poros ou ressecar a pele! Bom demais para ser verdade mas é assim mesmo.

Se eu tivesse que escolher entre as duas, eu ficaria com a Dermablend, tanto pelo efeito de cobertura garantido e duradouro quanto por causa do preço também. Além disso, é garantida e comercializada pela Vichy, uma marca de confiança mundialmente conhecida.



 O produto foi criado por um dermatologista americano, o Dr N. Roberts Craigs, para oferecer mais conforto e qualidade de vida à sua esposa que era portadora de vitiligo facial.




Em 2003, o produto foi adquirido pela Vichy que resolveu coloca-lo no mercado e oferecer assim, aos consumidores, um produto com cobertura de qualidade profissional e que é indicado para todos os tipos de pele, inclusive as mais sensíveis. O melhor eu ainda não falei: além de ser uma base hidratante, ela dura 16 horas e resiste à transpiração e ao suor. Vale muito a pena, o grande problema porém é encontrar no Brasil!



quinta-feira, 18 de setembro de 2014

BREVE HISTÓRIA DO CINEMA INDIANO


Você sabia que a Ìndia produz mais filmes que Hollywood e é o primeiro produtor de cinema do mundo? Os filmes indianos podem durar até mais de 3 horas e possuem pausas para permitir aos espectadores beber ou comer algo. As cenas cantadas são parte importante dos filmes e as canções são confiadas a produtores famosos que as lançam cerca de 2 meses antes da estréia para que o publico se familiarize com a melodia. Frequentemente os filmes possuem 6 canções intercaladas entre 3 horas de filme. Geralmente estas cenas são excelentes, pois são muito bem coreografadas e filmadas em lugares lindos. Quase todos os filmes indianos são rodados em Mumbai, em língua Hindi e fazem parte da famosa indústria indiana denominada Bollywood.

Se o nascimento do cinema indiano coincidiu com uma grande vontade de se separar da influencia britânica e das demais correntes estrangeiras, através da criação de um cinema próprio e típico, com seus próprios códigos morais, sociais e uma forte identidade cultural, hoje Bollywood vive uma situação paradoxal pois tornou-se prisioneira da influencia ocidental que a obriga a se adaptar à mundialização para poder se impor como concorrente de Hollywood.



BREVE HISTÓRICO DO CINEMA INDIANO

O primeiro filme indiano, mudo, intitulado Raja Harishchandra, foi lançado em 1913 e o primeiro filme sonoro, ALAM ARA, foi lançado em 1931.

Em 1940 e 1950, a inspiração do cinema indiano era, sobretudo, a história indiana, com seus príncipes e imperadores. O país lançou filmes com grandes orçamentos, decorações e ambientações suntuosas, figurinos magníficos, músicas inesquecíveis. O enredo misturava fatos e mitos. Também houve a era dos filmes de divertimento que também eram visualmente lindos e permitiam aos indianos esquecer a guerra e a luta pela independência. Os principais atores desta época foram: Dev Anand, Dilip Kumar, Madhubala, Nargis e  Raj Kapoor.

Nos anos 1950 e 1960, os filmes retrataram o mundo dos pobres e dos marginais, veiculando mensagens sociais e políticas.

Nos anos 60 e 70, os melodramas românticos e de ação tiveram como seus representantes principais Rajesh Khanna e  Dharmendra.

Nos anos 70, a Índia viveu transformações econômicas, politicas e sociais. A guerra contra o Paquistão, a criação do Bangladesh, o estado de urgência que fora decretado pelo governo, a supressão das liberdades individuais, a inflação e o aumento do crime organizado e da pobreza marcaram esta época.

O cinema criou um novo gênero que passou a refletir a agressividade e a cólera desta época. Os temas dos filmes eram a vingança, a violência e um novo tipo de anti-herói nasceu, representando o ‘angry young man’, o jovem rebelde, que passou a exibir sua força física e seu lado obscuro, vivido pelo ator Amitabh Bachcan.

Nos anos 90, Bollywood foi tocado pela mundialização. Numerosos cineastas e atores da ‘new generation’ tentaram criar filmes com uma melhor qualidade. Os filmes passam a evocar um mundo moderno, a sociedade de consumo, mas também as novas classes emergentes, conservando entretanto ainda os temas tradicionais como o casamento arranjado ou a sociedade maternalista.



Os posters e placas passaram a ser feitos então com computadores, muito menos elaborados, menos sofisticados e artísticos que os anteriores (feitos à mão) e passaram a refletir a modernidade da Índia.




Os atores

Algumas estrelas são consideradas como verdadeiros deuses vivos. Podemos citar Amitabh Bachchan, que já atuou em mais de 150 filmes .



 Bollywood atualmente
O tema central dos filmes indianos é a paixão. A única função da intriga é a de fornecer um suporte, um lugar onde a expressão dos sentimentos diversos possa ocorrer com exacerbação. Assim Nasreen Munni Kabir definiu o cinema atual indiano em (Le Cinéma indien - L'Equerre, Centre Georges Pompidou - 1983). 
As proporções excessivas da paixão desenfreada são visíveis no cinema indiano atual. Cerca de cinco milhares de pessoas vão anualmente ao cinema e cerca de um milhão de pessoas trabalham para o cinema indiano. O público transforma os atores e atrizes em mega estrelas. Mas nem tudo são rosas na indústria cinematográfica indiana. Raros são os filmes que realmente trazem lucro (5% en 1997 por exemplo) : os produtores perdem mais dinheiro do que ganham!





Talvez o público comece a se cansar dos estereótipos, das velhas receitas que sempre vêm sendo repetidos. A Índia começa a se abrir para uma evolução dos hábitos de consumo da imagem: a televisão, o vídeo,os canais satélite começam a roubar o território até então reservado ao cinema. Há também a concorrência do cinema estrangeiro, sobretudo norte americano, ainda que alguns cineastas tentem novas experiências com a finalidade de reconquistar o público...

Inversamente, o cinema indiano lança cada vez mais novas incursões incisivas no Ocidente e isto começou com o fenômeno da moda sobretudo feminina (tecidos, roupas, mehndi...) e referencias musicais. Alguns filmes e realizadores indianos são cada vez mais reconhecidos no ocidente: : Mira Nair recebeu o Leão de Ouro em Veneza pelo filme intitulado ‘Le Mariage des mousson’s, seu ‘Salaam Bombay’ também foi recompensado em Cannes e seu ‘Kama Sutra’ foi um sucesso comercial.


‘Devdas’, de Sanjay Leela Bhansali, esteve entre os filmes indicados em Cannes e proporcionou grandes lucros a seus produtores. A Twentieth Century Fox também produziu um filme em hindi  (‘El Hasina Thi)’... assim como vários outros filmes indianos foram indicados ao Oscar de Cannes.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Especializaçao em Maquiagem Profissional




Olá, amigos! Há quanto tempo não posto aqui! Estamos com tantos afazeres que não sobra muito tempo para o blog! Hoje vim postar algumas fotos das realizações de nossos alunos dos últimos cursos que ministramos e também de algumas makes que foram demonstradas para nossos alunos.

Espero que vocês gostem e se inspirem bastante!



















Tons nudes... make delicada, singela e clássica feita pela Cláudia Inês


Make com a técnica cut crease, sombras e pigmentos acobreados



Maquiagem de aluna, arrasou!
Make linda de uma de nossas alunas caprichosas!


Inspiração copa do mundo! Exercício de degradê em cores fortes. A aluna arrasou!

Make chic de aluna super chic e estilosa! Ficou bárbara!

Make debutante demonstrada na minha cliente debutante Aline

Aline depois da make...

Nossa aluna arrasou no smoky!



Make delicada e lindíssima com pós de diamante


Profissionais de salão reputado de Bh fazendo reciclagem conosco! Arrasaram!

Profissionais de salão reputado de Bh fazendo reciclagem conosco! Arrasaram!




Aluna arrasando na crease cut!

Degradê perfeito em rosas sublimes!

Alunas arrasaram nas makes moda e arte!

Maquiagem criativa de aluna do LE GRAIN

Arrasou na arte!